quinta-feira, 2 de julho de 2015

"QUANDO ME LIVRO"



Quando fecho os olhos
depois das reticências,
embrenho nos meus vazios
e recrio-me novo!

Ler é sempre um livrar-se
dos lugares comuns aos olhos e
trilhar miras que os olhos
veem de dentro da alma .

Desgrenhar cenários singulares,
situações de felicidade plena,
mergulhar no mar do imaginar,
e voar,voar e voar!

Ver no verso
o avesso do acaso,
o contrário da vida,
outra rota e itinerário!

Ler é criar alamedas,
atalhos ao real,
é a ante via-crúcis
ao real de fato!

Um livro traz dentro de si
vias de liberar pensamento,
caminhar nestas trilhas
pode ser um livramento!

Livre-se!

Nenhum comentário:

Postar um comentário