sexta-feira, 3 de maio de 2013

"O QUE NÃO SE DIZ..."

  
     
As palavras não ditas,
nem sublinhadas .
Jorram
da fonte solitária,
molham aos que olham,
inundam o mundo
impuro, imundo.


Profundo é seu alcance.

Eco refletido,
essa forma contida,
na inconstância do tempo,
incerto como o vento,
que não diz a que veio.

Na timidez que enclausura
toda sensibilidade,
esparramo, como rama verde
meus cipós...

Me penduro na poesia,
maturo ,.incubação...
Vou ... Alquimista que sou,
misturar magia e emoção...

Fazer florir no deserto
incerto,infértil...
No seu árido coração.

Brotar palavras não ditas.

                                       Reginaldo
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário