sexta-feira, 31 de maio de 2013

"PORTAL"




Uma mala vazia,
as águas trazia
á beira da baia
no fim do dia.

Era resquício
de uma viagem
sem volta
após a passagem.


Era o portal que se abrira
na calada da tarde.
Que viera busca-la
para outro lado da margem.

Agora entre e me encontre
aqui além do horizonte...
Quero de novo olha-la,
e pela eternidade...
A-MALA.

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário