sexta-feira, 2 de agosto de 2013

"FORA DE SÉRIE"

Alcunha que supunha,
fosse ofensa.
Vou deixar de desavença,
aceitar o adjetivo,
mesmo que subjetivo,
por um único motivo,
o objetivo.

foi agradar...

Sou mesmo "fora de série"
fora do contesto,
do texto e da poesia.

Mais ,sigo meus dias
inspirando o alheio,
viajando em devaneios,
as vezes falando bem
do que não conheço.

Pois o novo não me fascina, 
reciclo idéias,atrás dos ideais.
Um "fora de serie"atual

Reagindo e reatando
velhos conceitos,
tentando dar ao mundo
um conceito,um concerto.

Como gotas de orvalho,
que descem serena e suave,
mais faz o seu trabalho.

Silenciosa mais sem embaralho.


meu caro amigo Renato Carvalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário