terça-feira, 25 de junho de 2013




"Mercúrio"

Na floresta das arvores secas,
um pé de pé,ainda em pé,
com um par de frutos a balançar
no alto,pra ninguém alcançar.

Onde não se enraíza,
se liberta e voa
pois tenho um pé alado,
leve,suspenso,
para passos no espaço.

Abro caminho entre os galhos,
que doaram a seiva para meu maturar.
Agora como Mercúrio,
livre para orbitar , ligeiro,rápido
com asas no calcanhar...

Livre do engaço,só me resta sonhar.

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário