domingo, 1 de dezembro de 2013

"NOTA"








Note que meu caderno,

já não contem anotações
a seu respeito.

O lápis até quis insistir
em rabiscar seu nome,
mas borrou.

A borracha,
sempre companheira
fez o trabalho dela,
apagou você.

Tenho paginas em branco,
livres de qualquer retorica.
Tenho espaço pra outra historia.

Meu caderno de anotação,
meu diário de emoção,
 agora é canteiro a semear.

Livre pra amar.

Reginaldo 28/11/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário