sábado, 21 de dezembro de 2013

"DESPERTAR"




Desperto-me,
no embalo do tempo,
com o balanço das horas,
sinto o vento tocar,
como que se acarinhasse,
um rosto cansado.

Recebo o dia que chega cedo,
vou acordando com o brilho claro do sol.
outra chance tenho,
invade-me de novo a vida,
as mãos abraçam o presente.

Fica evidente a gratidão,
colho flores nas margens do caminho,
ofereço-as aos passantes,
como forma de encantamento,
aos passos firmes e compassados.

Passado que ficou la trás,
ali bem na frente,a esperar pela gente,
acena o futuro depois da esquina,
abre os braços e convida,
tão incerto quanto a esperança de chegar,
me instiga a dar outro passo!

Porque me trouxe aqui o destino...
Darei este próximo passo,
espero que a solidão trilhe outro trecho,
que tenha muitos ao meu lado,
no fim,no desfecho.

Que eu tenha na bagagem,
sementes de paz, amor e serenidade,
e que o solo em que forem semeadas,
brotem com viço e vitalidade,
para sombrear e acalentar a caminhada.

Reginaldo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário