quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

"FOI SONHO MEU"



Enfim ,desembarquei.

Foi uma viagem longa,
oito horas de deslumbre
e encantamento,
viajando ao sabor das utopias,
realizando desejos ,
saciando a fome de viver,
de amar, de morrer.

Não existia frio,
o calor era ameno,
a noite o dia fundiram-se,
não existia o tempo,
tudo era um só instante,
um único momento.

Era a imortalização 
do querer ficar,
do não regressar,
do ir além do imaginar.

Lugares aprazíveis,
floridos,montanhas,
cascatas,mananciais de curso lento,
água pura em folha de inhame,
saciava a sede da viagem.

Animais doceis,
pássaros cantores,
colibris e beija flores,
uma festa multicor,
de gosto sentido na boca,
a brisa mansa
soprava uma silenciosa canção.

Ai começou a parar o trem,
foi diminuindo,diminuindo...
Parou...

Tempo esgotado,o dia arregala-se,
a dureza real chama pra vida,
levanto,estou aqui,
com as dores de ontem,
com os desejos inacabados,
eu incompleto, imperfeito
desço do leito que foi o trem da viagem,
desembarco.

Segue a utopia,
no inteiro dia claro,
corre o tempo,
não ha lamento,luta,luto,
ha busca e espera eterna,
pela visão do sonho que trouxe a noite,
pelo paraíso,
pela realização,
eu amigo da escuridão.

Aguardo nova viagem,
bilhete comprado,
passagem.

Que venha a noite,o leito,
pois quero de volta,
voltar a sonhar.

Reginaldo 04/12/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário