quinta-feira, 18 de julho de 2013

"MARIONETE"




"MARIONETE"


Teatro das sombras,
tingido de cinza,
sigo sozinho no palco
sem  luz, sem brilho,
sem aplauso.

Inocente,ingenuo,
obedeço ao seu comendo,
passo adiante
subo ,
desço,
sento,
levanto...

Não tenho vontades ,
nem domínio sobre mim.
Suas mãos,
me conduzem
ao abismo do meu destino...

Sou pra você 
um fantoche
um brinquedo
um boneco de marionete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário