segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

O que é a morte afinal?



A Morte não é nada.
Nada além de um estreito caminho
Por só se passa um de cada vez.

Ela é um alento pra que vai
E um tormento pra quem
Ainda não cruzou o portal

Ela nos faz recolher
Na plenitude do ser,
O quão insignificante somos.

Semeadora de saudade
Faz regar com lágrimas
A partida sentida.

Nesta ora de dor,
Pedimos força ao senhor
Para suportar.

Ele foi a maior prova
De que a morte não vence
Quem na fé dele adormece.

Fica latente a dor como corte na pele
Que cicatriza pelo amor
Daquele que nos rege

Para nós que ficamos saudosos
Resta a saudade boa e a esperança
De um breve reencontro.

Pois até cristo morreu um dia
Para agonia da morte
Ressuscitou.

Provando que a morte não é nada,
Nada além de um caminho estreito
Por onde só se passa um de cada vez.


Jose Regi


Nenhum comentário:

Postar um comentário