segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

‎"obra de arte"



‎"obra de arte"


Nessa aquarela 
vejo o feio e o belo
surgindo nas pinceladas
no fundo branco 
da tela.

ausência, carência
na sutileza do não ter,
do não ser ainda...

vai se desenhando
nas curvas e retas
no sobe e desce constante
do dinamismo das mãos.

passa o tempo
ganha forma,amadurece
cores vivas aparece
na tela fria, impávida...
a vida floresce.

o dia uni as partes
no espaço ,num instante
colorindo ,criando...
na fusão abstrata

pintei então
sem querer,
na tela colorida de branco único
o calor do sol que arde.
a vida é uma inacabada
obra de arte. 


Reginaldo